Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Também de esquerda

Espaço destinado a reflexões (geralmente) inspiradas na actualidade e na Literatura.

Também de esquerda

Espaço destinado a reflexões (geralmente) inspiradas na actualidade e na Literatura.

Diplomatas arrependidos

A avaliar pela evolução dos acontecimentos, a NATO não vai precisar de intervir na Líbia. Não passa um dia sem que mais um diplomata se demita, denunciando as atrocidades do “ditador fascista”. Estes dignos embaixadores vão-se pondo assim a jeito para assumirem os lugares-chave do próximo regime, que será com alguma probabilidade muito consentâneo com os interesses do imperialismo.

 

Se espanta a volubilidade destes indivíduos, não nos esqueçamos de que são sempre os renegados os mais eloquentes denunciantes das ideias e das pessoas que antes apoiavam. Eles têm a árdua tarefa de convencer quem os ouve de que, desta vez sim, estão a ser sinceros.

 

A todos quantos não se contentam com a informação formatada dos media ditos de referência, aconselho vivamente a leitura do artigo “Líbia: o que os media escondem”, da autoria de Miguel Urbano Rodrigues, em http://odiario.info.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.